1/6

Eu vou de Bicicleta

Rio de Janeiro, graduação Arq. UFRJ

 

O projeto propõe a inclusão de meios de transporte alternativos, em especial a bicicleta, na cidade do Rio de Janeiro. Embora a cidade possua a maior malha cicloviária do país (aprox. 140km), esta infraestrutura não supre a demanda dos habitantes locais como um todo e não está devidamente integrada a outros sistemas de transporte existentes. Ao contrário, grande parte das ciclovias existentes está localizada ao longo do litoral, nas áreas mais ricas da cidade, tendo assim um caráter exclusivo socio-spacialmente. O projeto propõe uma rota cicloviária de 12km inserida em uma parte consolidada da cidade do Rio de Janeiro, entre os bairros da Tijuca e Ilha do Fundão. A rota está desenhado com invenções distintas e ao longo do caminho, elementos foram posicionados para dar suporte aos ciclistas tais como oficinas de reparo de bicicletas, toaletes, cafés e bicicletários. Além disso, um grande estacionamento de bicicletas foi planejado estrategicamente próximo ao principal terminal rodoviário da cidade, facilitando assim a integração das sistemas de transportes. A inserção de elementos cicloviários na paisagem urbana busca por final criar um ambiente mais humano que incentive a reconquista dos espaços públicos pelos habitantes da cidade.